quinta-feira, 5 de maio de 2011

Retrospectiva do ano de 1978

Retrospectiva do ano de 1978, publicada no Correio de Russas

JANEIRO

1. O Presidente Ernesto Geisel, em pronunciamento que fez a Nação afirmou esperar, com toda convicção , que um avanço próximo venha a se verificar no setor político, atendendo as aspirações gerais do aprimoramento de nossa democracia;
2. Encontra-se em estudos, no DNOCS, a perenização do Rio Jaguaribe, que além de possibilitar a regularização do Jaguaribe, evitará cheias que tantos prejuízos têm causado as regiões situadas no baixo e médio Jaguaribe;
3. A EBCT presta homenagem ao Padre Júlio Maria Lombaerde, com carimbo comemorativo ao seu centenário de nascimento;
4. A ACEJI realiza sua primeira reunião do ano, constando da pauta vários assuntos de interesse da entidade, entre os quais a construção da casa de veraneio na praia de majorlândia, em Aracati;
5. O redator desta folha visitou a vizinha cidade de Quixeré, mantendo cordial palestra com o Monsenhor Oliveira, que apesar de seus 70 janeiros, ainda continua à frente da Paróquia;
6. O Gerente da Agência local do Banco do Brasil, Sr. Raimar Holandda, acaba de distribuir pluviômetros com os agricultores de nossa região;
7. Foi celebrada missa em ação de graças pela formatura em medicina, do conterrâneo Zilzo Leandro Evangelista;
8. O presidente Ernesto Geisel anunciou, perante a Executiva da Arena, o nome do General João Figueiredo para seu sucessor.
FEVEREIRO
1. O filho de Russas Sr. Gerôncio Bezerra, decide postular uma cadeira na Assembléia Legislativa, iniciando contatos com amigos e familiares;
2. O preço da gasolina comum foi majorado para Cr$ 7,30 nas principais cidades do País. O aumento foi em torno de 26%;
3. O Correio de Russas, lança o slogan: "Gente nossa na Assembléia, para defender o que é nosso ;
4. Com as primeiras chuvas , nossas ruas ficaram alagas, evidenciando a falta de saneamento básico;
5. Os trabalhos de reforma da Igreja Matriz continuam em ritmo normal, esperando-se para breve a sua conclusão;
6. O colunista Wander de Alencar, em sua apreciada Coluna , diz que os dias de momo já se foram, mas não poderia deixar de comentar contristado o quanto tem caído o carnaval de rua de Russas, que há alguns anos, foi o melhor do interland cearense.
MARÇO
1. O professor Waldemar de Alcântara assumiu o Governo do Estado, em virtude do pedido de renúncia apresentado pelo Coronel Adauto Bezerra, para efeito de desincompatibilização
2. Assume a Comarca de Russas, o Dr. Lincoln Tavares Dantas, substituindo o Dr. Francisco da Rocha Victor;
3. O futuro Presidente João Figueiredo pede muita firmeza e união para alcançar a meta final;
4. O Correio de Russas, divulga o lema da Campanha da Fraternidade: "Trabalho e Justiça para Todos".
5. Volta a chover em nossa região, depois de vários dias da primeira chuva;
6. Continua sem definição o quadro sucessório estadual. Estão no páreo os ex-governadores Virgílio Távora e César Cals;
7. Russas contará, em breve, com Agência do Banco do Estado do Ceará (BEC), graças aos esforços do Deputado Jeová Costa Lima.
ABRIL
1. O pré candidato Virgílio Távora indica para vice governador, o deputado da Região Jaguaribana, Sr. Manuel de Castro Filho.
2. O casal Argemiro Torres Filho - Núbia Ramalho comemora Bodas de Prata com uma missa oficiada na Igreja do Cristo Rei, em Fortaleza;
3. A aposta mínima da Loteria Esportiva passa para Cr$ 10,00, representando um aumento de 100 por cento, já a partir do mês de julho;
4. As imagens da TV CEARÁ continuam precárias no interior do Estado;
5. O ex-prefeito Aurino Estácio de Sousa, um dos 10 melhores do Estado do Ceará, no ano de 1976, segundo a UCAPE, de São Paulo, recebendo cumprimentos dos amigos pela nova idade;
6. Faleceu, em Fortaleza, filho de Russas, Dr. José Simões dos Santos, tendo sido Prefeito de Limoeiro do Norte. Foi um dos fundadores do Rotary daquela cidade e deputado estadual no ano de 1963;
JUNHO

1. Foi eleito para presidir o Conselho Diretor do Rotary Clube de Russas, o Dr. Renê Pedregal Fernandez;
2. Foi das mais animados a festa de São João na Roça, promovida pela AABB, que tem na presidência o bancário Benedito Gonçalves Leite;
3. Das mais oportunas a pesquisa feita pelos jovens russanos, publicada na edição deste mês, e daí a pergunta do jornal: "Quando conseguiremos tudo que está consignado nessa pesquisa ? ";
7. Dom José Terceiro de Sousa, que foi vigário desta Paróquia, completando 30 anos de ordenação sacerdotal;
8. O Correio de Russas, registra a precariedade da iluminação pública, e que a iluminação a vapor de mercúrio, aos poucos vem sendo substituída por lâmpadas comuns;
JULHO

1. A família do enfermeiro Raimundo Róseo de Oliveira manda celebrar missa pelo primeiro aniversário de seu falecimento;
2. O redator do Correio de Russas - Horácio Matoso - compareceu ao programa Progresso Cultura, da Rádio Progresso de Russas, sob o comando de Híder Albuquerque, ocasião em que relatou as dificuldades que vem enfrentando a imprensa interiorana, de modo particular o jornal "Correio de Russas";
3. A COERBA comemora o Dia Internacional do Cooperativismo. À frente das comemorações o gerente Luís Astrogildo;
AGOSTO
1. A perenização do "maior rio seco do mundo"- o rio Jaguaribe - será tema de debate no Congresso Nacional;
2. Recebendo cumprimentos dos amigos o conterrâneo Joab Rodrigues de Santiago, residente em São Paulo, e aqui se encontra em gozo de férias. Joab é o autor dos versos dedicados "A Mãe Preta".;
3. As ruas da cidade ficam alagadas, o que não é novidade, sempre no período de inverno. Não se sabe até quando a população terá que enfrentar este sério problema.



COBRANÇA

O Jornal Correio de Russas, edição do dia 15 de janeiro de 1943, publicou o seguinte aviso:

De$ejamo$ chamar a atenção $obre um a$$unto de $uma importância, que $e refere a muito$ do$ no$$o$ a$$inante$.
Muito$ dele$ $ó fazem prome$$a$ que no fim não cumprem, e como $omo$ muito mode$to$, nos ab$temo$ de mencionar que$tõe$ de dinheiro.





Palavras do Prefeito

"Envidarei todos os meus esforços para que Russas seja sempre uma cidade onde se possa respirar um ambiente de vida saudável, de trabalho e harmonia.
Com os meus companheiros de administração, prometemos ao povo russano ordem, paz e prosperidade.
Manuel Matoso Filho - Prefeito Municipal. 26/03/1942".


Fórum Rotário

Realizou-se na residência do rotariano José Rodrigues Martins, Instrutor do Tiro de Guerra, o Fórum Rotário promovido pelo Rotary Clube de Russas, sob a coordenação do ex-presidente Horácio Matoso, o qual contou com as presenças do atual presidente José Arimatéia Mendonça, dos ex-presidentes José Fábio Ramalho e Antonio Eduval e demais rotarianos.
Na abertura dos trabalhos, o aniversariante do dia, José Rodrigues Martins, foi saudado pelo rotariano Horácio Matoso, que após ressaltar as suas qualidades de excelente companheiro, passou as suas mãos uma lembrança.
A seguir foi lida a programação da Assembléia Seccional de Mossoró -RN que, nos dias 14 e 15 do corrente, reunirá os clubes rotários do Ceará e Rio Grande do Norte.
O fórum, propriamente dito, seguiu-se com uma série de perguntas e respostas sobre Rotary, dando-se ênfase a Avenida de Serviços Internos.
O primeiro Fórum Rotário realizado pelo Clube de Russas acusou uma freqüência de 86,92%, alcançando os seus verdadeiros objetivos.
Ao final do encontro, o aniversariante agradeceu a homenagem prestada por seus companheiros, e ofereceu comes-e-bebes aos presente.

CR 15/06/1975.

Praça de cara nova

A terra de Dom Lino, acaba de receber da administração Weber Araújo, a nova Praça Monsenhor João Luís, que passou por uma grande reforma, com recursos provenientes da EMBRATUR.
A praça recebeu os seguintes melhoramentos: - iluminação moderna; novos bancos, arborização, piso em pedra tipo portuguesa, quiosques e fonte luminosa.
Foram restaurados a Coluna da Hora, a imagem do Cristo Redentor, o Obelisco - marco comemorativo dos 119 anos de fundação da VILA, e o busto do homenageado.
A praça, cuja construção foi iniciada em 1930, somente foi concluída na administração do Dr. Ezequiel Menezes, no ano de 1933, recebendo a denominação de Juarez Távora e, posteriormente de Monsenhor João Luís.
De lá para cá, sofreu as seguintes reformas:
Administração Matoso Filho, em 1940 e na gestão do Sr. Aurino Estácio de Sousa, em 1974.
Passa a ser, portanto, o Cartão de Visita da cidade.


Nossa homenagem

Faleceu, recentemente, a poetisa Valdiva Viana Cordeiro, assídua colaboradora do jornal Correio de Russas, a quem prestamos a nossa homenagem, publicando o trabalho de sua autoria:


Janelinha da Vida
A gente se debruça na janelinha da vida
Para olhar a imensidão do infinito !
E se ver no afã de uma continuada lida
Dentro deste universo tão bonito !!!

Diante de nós se passam tudo em revista !
A recordação do passado... e a beleza do presente ...
O futuro se mostra numa belíssima vista !
E a alma nessa contemplação se sente contente !

Feliz, encara a importância do verdadeiro amor.
Enlevada, agradecer ao seu Divino Criador...
Em efusivos cânticos de louvor !

Permanecendo, assim, presa à janelinha da vida...
Se sente a felicidade de uma existência bem florida !
Ali, ficamos, também pensando no dia de ir para a Pátria Celestial prometida.


Festa da Padroeira

A festa da Padroeira de Russas - Nossa Senhora do Rosário, a princípio era realizada no dia 6 de janeiro, juntamente a festa dos Reis Magos.
Posteriormente, por recomendação de Dom Manuel da Silva Gomes, Arcebispo Metropolitano, passou a ser festejada no dia 26 de outubro.
As festas tornaram-se famosas pelo brilhantismo com que eram revestidas, principalmente, pela tradicional procissão da imagem pelas principais ruas da cidade.
Todas essas festas foram bastante animadas, merecendo destaque a realizada no ano de 1947, quando Amor Perfeito e Vitória Régia, disputaram à preferência da população, visando eleger a sua Rainha.
As duas barracas tiveram como patronos, pelo Amor Perfeito - Manuel Matoso Filho e pela barraca da Vitória Régia, o coronel João de Deus, representando os partidos políticos, PSD e UDN, respectivamente.
A barraca do Amor Perfeito saiu vitoriosa, pois, conseguiu reunir maior quantidade de votos, elegendo, assim, a sua Rainha.
O Amor Perfeito empolgou os simpatizantes, com a modinha:
É, é amor perfeito, / E se não é pode virar / Que dá prazer / O nosso bloco abafa mesmo / A qualquer outro / Estamos loucos / Para vencer... / Amor perfeito / É um bloco forte / Sempre há de ser...




Promessa que vem desde 1894

Como a esperança é a última que morre, espero chegar o dia de lavar as mãos nas águas do Tocantins e do São Francisco, que o ministro Fernando Bezerra volta a garantir trazê-las até o Ceará.
Uma garantia que já ouvi de sucessivos governos, não, desde 1894, mas de certos anos para cá.

Torna-se difícil enumerar quantas promessas já foram feitas com relação a transposição das águas do " velho chico", para perenizar o nosso rio Jaguaribe.
Com a perenização do Rio Jaguaribe, o seu afluente, Riacho a Araibu, proporcionará benefícios a cidade cearense de Russas.
Sabe-se que desde o ano de 1894, mais de um século, essa promessa vem sendo feita.
O Ministro Fernando Bezerra, do Governo FHC, promete que agora é pra valer.
Será ?



Perdi minha vida

No mês de novembro do ano de 1952, um caminhão parou numa das oficinas mecânicas da Coronel Araújo Lima, certamente para providenciar algum conserto.
Na carroçaria do veículo estava amarrado um rapaz, aparentando 25 anos, que sofria das faculdades mentais.
Esse rapaz gritava incessantemente : Perdi minha vida
O estado de desespero do rapaz causava piedade aos que por ali transitavam.
Essas palavras provocaram em mim uma certa compaixão, e durante alguns dias, passei a meditar sobre o que acabava de observar.
Durante todo o tempo em que o veículo permaneceu no conserto, o jovem não parava de gritar: perdi minha vida.
Na realidade essas palavras tinham a sua razão de ser, pois, esse jovem estava sendo afastado da sociedade para conviver num asilo, com pessoas, também, portadoras dessa doença.
Fiquei, então, a meditar quantos jovens, chegam a esse estado, que a medicina ainda não conseguiu remédio para a cura.
Aqui mesmo nesta cidade, tem-se o exemplo: jovens, que não se sabe, se por estudarem demais, ou problemas outros, o certo é que ficaram incapacitados para o trabalho e para os estudos.
Essa é mais uma narrativa do que presenciei em minha juventude.




Fazendo papel de foragido...

Na minha juventude, quando fazia, provavelmente, a primeira viagem a Capital do Estado, viajei num caminhão que tinha a cabina de aço.
Esse tipo de veículo só transportava mais uma pessoa além do motorista.
Como não era permitido mais de duas pessoas, e como eu viajava na condição de terceiro passageiro, teria que, ao passar pelas cancelas, ficar agachado, a fim de evitar multa.
Nessas ocasiões o motorista, ainda brincava: Horácio finja que é o Luís Carlos Prestes !
Guardo ainda como lembrança ter assistido, em Fortaleza, pela vez primeira o desfile dos blocos maracatus e outros.
Outro fato que me chamou à atenção foi o desfile dos blocos dos sujos, ali na avenida Duque de Caxias. Nesse desfile tinha cada figura esquisita, que só vendo.
Entre os figurantes, consegui reconhecer um russano, que além de trajado à rigor, havia ingerido algumas doses da branquinha, fazendo o seu carnaval particular.



O guarda da malária

Este fato ocorreu lá pela década de 40, quando surgiram os primeiros casos de malária aqui no Ceará, o que obrigou o Governo a tomar imediatas providência, para evitar que a doença se alastrasse rapidamente.
Foi, então, criado um Órgão encarregado de dar combate ao inseto transmissor da doença.
Surgiram, em conseqüência os guardas da malária, que passaram a visitar as residência, tanto na cidade como na zona rural, realizando um serviço de detetização.
Passaram, então, a surgirem comentários sobre o comportamento desses agentes, já que tendo acesso a interior das residências, tinha oportunidade de observar as moças bonitas, e ficavam de olho.
Comenta-se que alguns deles chegaram a roubar donzelas inexperientes, e posteriormente devolviam aos respectivos pais.
Teve um desses pais que, possuindo veia poética, elaborou os seguintes versos:


Quem tiver moça bonita
Guarde dentro do baú
Porque os guardas da malária
Têm os olhos de cururu.

Isto claro, guardadas as exceções, pois, cheguei a conhecer vários deles, possuidores de um bom relacionamento social e de conduta ilibada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário